Novas Normas para Painéis TTA

Especificamente falando em painéis elétricos, uma das regras mais importantes a ser levada em consideração é, sem dúvida, o atendimento às normas vigentes. Um ponto, por vezes negligenciado e que pode colocar em risco instalações e vidas, é o atendimento integral às especificações dos componentes que o fabricante testou em seu conjunto.


AS REGRAS DE CONSTRUÇÃO DE PAINÉIS ELÉTRICOS PASSARAM POR ALTERAÇÕES.


Além da norma de instalações NBR5410, temos hoje em vigor, após ser revisada recentemente a norma IEC 60439 de 2003, uma nova versão, a norma IEC 61349, que já se encontra em vigor em alguns países desde 2014. Veja, a seguir, os principais pontos alterados nela:

• Conceito de TTA/PTTA x Verificação de Projeto;

• Segregação de Tipos de Painéis em Partes Distintas da Norma;

• Definição Clara de Alguns Responsáveis e Suas Obrigações;

• Inclusão de Critérios de Performance;

• Lista de Ensaios Muito Mais Ampla;

• Ensaios Muito Mais Criteriosos.

As terminologias que determinam conjuntos totalmente testados (TTA) e parcialmente testados (PTTA) passam a não ser mais aplicadas, sendo substituídas por três diferentes nomenclaturas que se referem aos apos de verificação. São elas:

• Por Ensaio;

• Por Cálculo;

• Por Regras de Projeto.

Foram redefinidas e esclarecidas as regras referentes à elevação de temperatura e às definições do fator de diversidade. O fator de diversidade nominal é o valor por unidade da corrente nominal, declarado pelo montador do CONJUNTO do qual circuitos de saída podem ser carregados de forma contínua e simultânea, levando em conta as influências térmicas mútuas. Definições relativas a invólucros vazios (ABNT NBR IEC 62208) agora também fazem parte da norma.


COMO AS NOVAS NORMAS AFETAM OS COMPONENTES DE MONTAGEM:

No projeto, na construção e no momento de submeter os painéis aos testes, os fabricantes determinam todos os componentes que serão utilizados, o que inclui desde materiais estruturais a componentes de conexão e proteção de circuitos. Cada um desses componentes desempenha papel fundamental e influencia diretamente nos resultados obtidos. Por isso, fatores como tensão detrabalho, distâncias de isolação e escoamento, material com os quais são fabricados e resistência imposta ao circuito influenciam no resultado final. Contudo, muitos não dão a devida importância às regras estabelecidas pelos fabricantes para que os materiais utilizados nos painéis sejam considerados, de fato, testados, conforme a norma existente. O fato é que qualquer alteração pode comprometer profundamente todos os ensaios - seja ela causada pela distância pré-estabelecida ou pela utilização de um componente equivalente. A norma, a seguir, estabelece a definição de painel testado:

“CONJUNTO de manobra e controle de baixa tensão em conformidade com um tipo ou sistema estabelecido, sem desvios que influenciem significativamente o desempenho em relação àquele CONJUNTO típico verificado que está em conformidade com esta Norma.”

É fundamental entender as regras e segui-las em total conformidade. As normas vigentes determinam ensaios obrigatórios e não deixam margem para a utilização de manobras alternativas. A certificação e construção de painéis elétricos devem estar em conformidade com a norma vigente, não tendo mais espaço para adaptações.

CONTATOS

R. Everes Augusto Figueiredo dos

Santos, nº 71.

Sapucaia do Sul - RS, Brasil.

(51) 3106-7611

contato@autotecrs.com.br

TRABALHAMOS COM

RECEBA NOVIDADES:

CONTATOS E ORÇAMENTOS